2017-05-14

Diferentes. Patéticos, mas diferentes...


A primeira derrota oficial da época foi contra o Real Madrid, em Madrid. A última, até agora, foi contra o Feirense. Pelo meio uma montanha russa de emoções e resultados.

Realisticamente, a equipa nunca esteve oleada em toda a época e mesmo quando já se falava em preparar a próxima época, insistimos em cometer os mesmos erros. Entre estas duas derrotas também levámos alguns murros no estômago de árbitros habilidosos mas estas duas últimas jornadas não foram sobre isso. Foram sobre um treinador que se contentou e uma equipa que baixou os braços, perdendo o brio e desrespeitando aqueles que, faça chuva ou sol, estão lá sempre - os adeptos.

Jorge Jesus anda, desde o inicio da época, a tentar mostrar a Bruno de Carvalho que só com a formação não se vai lá. Se calhar já vai sendo hora de Jorge Jesus perceber que a formação é o ADN do Sporting. Vemos o Ajax chegar à final da Liga Europa assim e vemos Leonardo Jardim a fazer um trabalho épico no Mónaco com um bom mix entre jogadores experientes e formação. Em Alvalade temos Bas Dost, Coates, William e Adrien são experiência mais que suficiente para se começar a integrar juventude na equipa.

A constante injustiça cometida sobre Iuri Medeiros, Francisco Geraldes e Ryan Gauld pode levar estes jovens talentos a não acreditar que podem singrar no Sporting e isso terá sempre um impacto enorme. Iremos notar quando nos marcarem em Alvalade um golo que nos custe uma derrota - vejam o Wilson Eduardo.

O Sporting aburguesou-se com a recuperação da mentalidade que fez nos últimos quatro anos e esqueceu-se que, durante a guerra, não se pode perder tempo a olhar ao espelho para ver como está o penteado. É preciso estar sempre alerta, sempre pronto a combater.

Para reflectir: permitimos que uma cartilha escrita por um tipo como o Carlos Janela funcionasse em nós. Quão mal temos que estar? Deixámos de falar de tudo o que era importante para falar dos temas que ele ditava. Influenciados pelo Carlos Janela... Foda-se...

Já junto ao final da época permitimos que matassem um dos nossos e nós permitimos que entrassem no nosso estádio e saíssem de lá a festejar. Aliás, deixámos que festejassem a época toda. No final ainda lhes damos os parabéns. Vivemos um período negro em que tudo tresanda a resultados combinados e favores de jogadores rivais, árbitros e até da comunicação social. Mas ao menos somos diferentes.

Os Sportinguistas querem tanto tanto ser diferentes. Acham-se tão evoluídos que se esqueceram dos seus instintos animais. Puseram-nos as mãos à volta do pescoço e nós deixámos que nos estrangulassem sem reagir. Mas ao menos somos diferentes. Patéticos, mas diferentes.

5 comentários :

  1. Se a questão é se SÓ com a formação lá chegamos, então também eu digo que não.
    Não é o facto do Wilson Eduardo nos marcar recorrentemente golos que faz com que tenha lugar no Sporting.
    O exemplo do Mónaco também não me parece feliz. O Falcão e o Moutinho custaram três orçamentos do Sporting. Os ordenados que o Mónaco paga são elevadíssimos.
    Mesmo no nosso Sporting analisem os jogos em que o Jesualdo apostou tudo na formação. Os números não mentem 13J 7V 2E 4D, pouco mais de 50% de vitórias. É este o registo que queremos?

    ResponderEliminar
  2. Não sei que época que viste, mas o problema do Sporting chama-se péssimo planeamento do plantel. Não é mt difícil de perceber isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uns quer tenham bom ou mau planeamento ganham, outros quer tenham bom ou mau planeamento perdem, ou esqueceste a pré época do slb o ano passado? Depois de "desaburguesarem" foi um fartote.

      Uns mm que tirem os melhores jogadores ganham, outros mantêm os melhores jogadores e perdem.

      Uns mm com 30 lesionados ganham, outros com uma/duas lesões não ganham.

      Uns começaram a dar vouchers e começam a ganhar, os que não sabem receber as pessoas na sua própria casa não ganham.

      Uns têm um treinador bicampeão que por consequência conquista um treta mas ninguém o quer, outro fica em 2 não ganha nada em Portugal vai po Mónaco é campeão com putos.

      Etc etc etc...

      Mas é óbvio que temos erros próprios, onde quero chegar é que mesmo sem esses erros não ganhavamos...

      Eliminar
  3. O pessoal que critica a não inclusão da Formacâo deve ser o mesmo pessoal que criticou o Naby Sarr por ter feito asneira no primeiro jogo da Liga Europa.
    Se querem juventude têm de assumir os erros que eles irão cometer.

    E não, o JJ lancou muitos jovens, mas o Sporting anda a tentar vender jogadores, não anda a tentar lancar jogadores. Com isso temos de ver que alguns jovens não podem ser lancados na primeira Liga antes de terem contratos com blindagens decentes. Ou acham que o Ronaldo saiu do Sporting a preco de Saldos porque era bonito? Aprendam que o Presidente BdC não anda a dormir. Podence, Mattheus, Gelson, tudo jovens que jogam de vez em quando, e outros que irão se juntar, como Dala, Spalvis, Max.... tudo jovens promessas que irão jogar e andam a ser preparados para tal.

    ResponderEliminar
  4. Eu ficava contente em não ganhar nada (coisa que realmente acontece) mas ter visto aposta nos rapazes da casa e acima de tudo atitude e garra a cada jogo. É importante que se identifiquem com os princípios do nosso grande amor, porque como no amor é preciso lutar por ele e querer sempre mais, caso contrário morre.

    ResponderEliminar