2017-05-27

Sporting é campeão nacional de juniores!



Duas horas depois do Andebol ganhar a Taça Challenge, foi a fez dos juniores do Sporting se sagrarem campeões nacionais em casa do Porto.

Excelente prova de vida da melhor formação da Europa!

Bravo, miúdos!



Sporting conquista o 25º título europeu!


O Sporting Clube de Portugal acaba de vencer a Taça Challenge de Andebol! Somando ao seu palmarés mais um título europeu, o terceiro no mandato de Bruno de Carvalho. O Sporting, com este 25º título europeu, está apenas a 6 do Real Madrid que conta com 31.

Parabéns a todos os atletas, equipa técnica e direcção do Sporting Clube de Portugal. Uma época que ameaçava ser desastrosa termina com a conquista de um troféu europeu e a possibilidade de sermos campeões nacionais já esta Quarta, em casa, contra o benfica. Já vai sendo hora dos críticos se juntarem a quem quer apoiar a equipa e ajudarem os nossos atletas a conquistarem o segundo título da época.

Haja coragem, Sporting! Dia 31 (19h30), no pavilhão de Odivelas, queremos repetir esta alegria!



Portugal apura-se para a fase seguinte do Mundial graças ao video-árbitro


A selecção sub20 de Portugal acaba de se apurar para a fase seguinte do Mundial de Sub20 que se está a realizar na Coreia do Sul. A exibição dos jovens das quinas foi bastante decepcionante mas, felizmente, acabou por resultar numa vitória. Contudo, tudo podia ter sido diferente se não houvesse video-árbitro.

O cronómetro marcava 72 minutos e o marcador 1-1 quando o árbitro assinala grande penalidade contra Portugal. Felizmente, o video-árbitro entrou em acção e ficou provado que não havia motivo para a marcação do castigo máximo.

Mesmo tendo em conta que demorou cerca de quarenta segundos é muito melhor investir quarenta segundos em argumentos para uma boa decisão do que permitir que vença o jogo alguém que não o merece.

Também é bom relembrar que tem sido Bruno de Carvalho um dos maiores dinamizadores do video-árbitro em Portugal e na Europa. Por muito que agora o Rui Santos procure colar isso ao benfica, foi Bruno de Carvalho que trouxe o debate sobre o VAR a Portugal





Empréstimos de jogadores são os "vouchers" de 2017/18


Agora que o Conselho Disciplinar da Liga comunicou que vai abrir processos sumarissimos a prendas e considerar valores acima de 200€ como corrupção, torna-se importante inovar.

A falta de coragem sempre foi uma característica desta Liga Portuguesa. Se 200 euros são corrupção hoje, também o eram ontem e há dois anos. Se houvesse gente com coragem na liga, tiravam ao benfica os títulos conquistados à custa de vouchers.

Mas, voltando ao que interessa, sem vouchers e com o video-árbitro a minimizar o "erro humano" tornou-se imperativo ter outro tipo de controlo sobre o jogo. Assim sendo, pega-se num conjunto de jogadores que interessam a certos clubes "parceiros", contratam-se esses jogadores e emprestam-se aos tais clubes "parceiros". Salvador Agra e Willyan ainda nem são oficialmente do benfica e já estão em rota para Setúbal. Impressionante, não é?

Agora é esperar pelas jornadas certas e vamos ver alguns abrir de perna dignos de uma Érica Fontes. É o futebol português no seu melhor!



2017-05-26

Saída de Jorge Jesus equivale a um apuramento para a Liga dos Campeões


Não há como ignorar o tema que tem alimentado o dia de hoje. Estará Jorge Jesus de saída do Sporting?

Acho que a sair, é um erro para ambas as partes. Jorge Jesus foi capaz de trazer ao Sporting um conjunto de coisas que faltavam neste renascimento que começou em 2013 e o Sporting sacudiu de Jorge Jesus aquela aura de parolo que usava desde os tempos do benfica.

Mas a dura realidade é que uma possível saída de Jorge Jesus será sempre pela cláusula de rescisão, que é de 15 milhões de euros. 15 milhões de euros é o equivalente a um apuramento para a Liga dos Campeões.

Com 15 milhões conseguimos arranjar um treinador de valor semelhante ao de Jesus e um lateral esquerdo decente.

Prefiro sempre que Jesus fique mas, saindo, que leve o Bryan Ruiz com ele.

Ahhh, o carvão :)



Ódio levou ao assassinato de Sportinguista



Confirmam-se todas as ideias iniciais. O atropelamento foi um ataque motivado pelo ódio.

Um adepto do benfica achou que tinha o direito de tirar a vida a um adepto do Sporting. Não foi o primeiro mas, ainda assim, foi-lhe permitido que o fizesse.

Este é o ambiente em que o futebol está mergulhado. Cada vez mais me capacito que nós nascemos, em 1906, para jogar futebol e eles, dois anos depois, fundaram-se com base na inveja para nos poderem odiar eternamente. Nós sabemos estar, eles matam-nos.

Não é a primeira vez na história que acontecem assassinatos por "ódios" deste género. Assassinos protegidos pela imprensa, defendidos nas ruas com os básicos "não tinha nada que estar ali". Os miudos que foram ao concerto da Ariana Grande também foram provocar? Os judeus também não tinham nada que estar na Alemana em 1933?



Jefferson, Paulo Oliveira e Iuri por Battaglia?!



A comunicação social de hoje diz que Jorge Jesus pediu Battaglia, o Sporting entrou em negociações e o presidente do Sp. Braga exigiu receber um milhão de euros... mais a cedência temporária de Jefferson e as transferências definitivas de Paulo Oliveira e de Iuri Medeiros.

Já todos ouvimos histórias de presidentes de clubes que traficavam droga mas nunca tinha ficado com a sensação que também havia os que a consumissem.

Battaglia tem 25 anos e está avaliado em milhão e meio de euros. Pelo que uma transferência a rondar os dois ou três milhões seria justa tendo em conta o potencial do jogador.

Para terem ideia de quão rídicula é a proposta de António Salvador:

Jefferson Nascimento - 28 anos, avaliado em 5.5 milhões
Paulo Oliveira - 25 anos, avaliado em 4.0 milhões
Iuri Medeiros - 22 anos, avaliado em 5.0 milhões

É claro que o valor pelo qual é avaliado um jogador não será, necessariamente, o valor pelo qual será transferido. Mas um pacote de jogadores avaliado em 14.5 milhões de euros nunca na vida poderá ser comparado com um jogador, que já não é novo, avaliado em apenas 1.5 milhões.

Mas, ainda que os números fizessem sentido, trocar Iuri Medeiros por qualquer outro jogador deste campeonato seria, não um tiro no pé mas, um tiro na cabeça! Esta época Iuri Medeiros realizou 30 jogos, marcou 8 golos e fez 9 assistências. É o pé esquerdo de Iuri que mete o Boavista a ganhar 3-0 em pleno estádio da luz!

Alguém no seu perfeito juízo o trocaria pelo Battaglia? Oh Salvador, mete mais tabaco nisso...





2017-05-25

Mariana Cabral destrói Federação Portuguesa de Futebol



Foi com estas palavras que Mariana Cabral falou sobre a anormalidade criada pela Federação para o apuramento do campeão de juniores de futebol feminino.

"E posso também dizer à Federação que se quiserem, para o ano, marcar todos os jogos do campeonato no mesmo dia, nós ganhamos todos e somos campeãs outra vez! Se quiserem, não há problema nenhum!"
Mariana Cabral é a treinadora da equipa sub19 de futebol feminino do Sporting Clube de Portugal e viu as suas jogadoras a serem forçadas a jogar dois jogos no mesmo dia, um deles à hora de almoço havendo inclusivamente atletas a desfalecerem com insolações.

Ainda assim, as jogadoras do Sporting não se inibiram e foram capazes de trazer o caneco. Não fosse o mote do futebol feminino "Não há desculpas!".

Confesso que nem sempre fui seu fã. Mas quem defende o Sporting assim merece o meu respeito! Bravo, Mariana!








Porto e um falhanço chamado Marco Silva



As notícias têm-se sucedido e, aparentemente, Marco Silva nunca será treinador do Porto. À primeira vista parece apenas uma questão de opções mas, analisando a fundo, é muito mais que isso.

Financeiramente

O Porto apresenta um projecto completamente descuidado. A obrigação de pagar mais de cem milhões de euros impõe limites orçamentais que se esbarram nas pretensões do técnico que foi incapaz de manter o Hull City na primeira liga inglesa com um plantel avaliado em cerca de 110 milhões de euros.

Mesmo o ordenado disponível para Marco Silva estará, alegadamente, bem abaixo do desejado pelo ex-técnico do Sporting. O que também ajuda a balizar as coisas nos seguintes moldes: Nos últimos anos, o Sporting Clube de Portugal foi capaz de contratar Leonardo Jardim, Marco Silva e Jorge Jesus. Já o Porto falhou a contratação de Jorge Jesus e Marco Silva, recomeçando o "projecto desportivo" por quatro vezes com Paulo Fonseca, Lopetegui, Nuno Espirito Santo e o futuro novo treinador. Resumindo: O Porto, que todos temíamos há meia-dúzia de anos, não tem poder financeiro para contratar um treinador que o Sporting demitiu.

Desportivamente

Apesar da entrada directa na Liga dos Campeões, o plantel actual do Porto oferece muito poucas garantias. Se tivermos em conta que muitos dos jogadores serão vendidos para evitar o incumprimento do Fair Play Financeiro, mais dúvidas se instalam ainda sobre o projecto desportivo do Porto.

Mais que isso, Marco Silva não é um treinador conhecido pela solidariedade para com a entidade patronal. Foi assim no Estoril, no Sporting, no Olympiacos e no Hull City. Imaginem o impacto desta deslealdade num Porto que vai entrar no seu quinto ano sem qualquer troféu.


A mais pesada das razões

Marco Silva é um treinador que vive da sua boa ligação com a imprensa. As constantes notícias positivas por parte de alguns órgãos de comunicação social e de alguns social media managers sobre Marco Silva não são obra do acaso. Marco Silva, é um técnico que trabalha bem a sua imagem. Mas, em Portugal, a imprensa desportiva é maioritariamente controlada pelo benfica e isso iria pesar no momento em que fosse preciso criticar as decisões de Marco Silva. Penso mesmo para que lado cairia o coração de Nuno Farinha, director adjunto do Record, no momento em que pudesse atacar o Marco ou defender o benfica.


Este falhanço acabou por deixar bastante claro duas coisas:

1) Marco Silva é um treinador medroso e incapaz de aceitar um projecto fora da sua zona de conforto. Tê-lo deixado sair foi uma das melhores decisões desta direcção.

2) Confirma-se que o temível Porto do principio do século acabou de vez. Não têm, sequer, dinheiro para contratar um treinador que não serviu para o Sporting e desceu um clube à segunda liga inglesa. Muito menos capacidade para dar a um novo treinador os jogadores que este precisar para montar um plantel competitivo. O Porto transformou-se naquilo que o Sporting era há cinco anos: um cemitério de treinadores.



2017-05-24

Não é "bater com a porta", é exigir a si mesmo!


Uma época sem títulos é uma má época para o Sporting. Desengane-se quem pensa de outra maneira. Um Clube centenário tem responsabilidades e os seus dirigentes sabem-no.

José Barata, jornalista na Renascença, escreveu um artigo onde diz que Bruno de Carvalho "admite bater com a porta se não for campeão na próxima época". Ao principio fiquei chocado mas depois foi fácil perceber que esta frase até pode bater certo. Não na questão de "bater com a porta" mas na perspectiva de reflectir sobre a sua continuidade, tal como fez na altura das eleições.

O Sporting, finalmente, recuperou a cultura de exigência máxima. E se o Presidente exige aos adeptos, atletas e treinadores é mais que normal que também exija o máximo de si mesmo e da sua equipa.

Fico feliz por esta postura de Bruno de Carvalho. É sinal de que não é o tiranete que querem fazer dele. É um homem de exigência máxima ao serviço do Sporting Clube de Portugal. Que nunca mude porque o seu sucesso é o nosso sucesso.

É claro que este "bater com a porta" é um eufemismo. A mensagem a ser lida é que esta é uma época importante onde todos os Sportinguistas devem estar unidos e, acima de tudo, preparados para as constantes ondas de ataques que iremos sofrer. Só em conjunto conseguiremos levar o Sporting à tão desejada glória.